CBF se reúne com árbitros da 18ª rodada e pede redução de erros CBF se reúne com árbitros da 18ª rodada e pede redução de erros
Por meio de videoconferência, a Comissão de Arbitragem da CBF reuniu-se, na manhã desta quarta-feira (2), com as equipes de arbitragem que comandarão as... CBF se reúne com árbitros da 18ª rodada e pede redução de erros

Por meio de videoconferência, a Comissão de Arbitragem da CBF reuniu-se, na manhã desta quarta-feira (2), com as equipes de arbitragem que comandarão as partidas da 18ª rodada do Brasileiro Série A. Segundo o presidente da CA, Marcos Marinho, o objetivo da conversa foi alertar os árbitros e árbitros assistentes sobre a necessidade da máxima concentração para diminuir os erros durante os jogos.

“É uma reunião para alertar. Estamos verificando equívocos que não estavam acontecendo. É um alerta para que retomem a atenção e a concentração para que façam o melhor planejamento e estratégia de jogo. São orientações para que todos fiquem atentos. Estamos entrando numa fase da competição onde a atenção e concentração devem ser redobradas para o mínimo de erro possível”, explicou Marcos Marinho, presidente da Comissão de Arbitragem.

Foram debatidos temas como o uso adequado dos aparelhos de comunicação, liderança, agilidade na tomada de decisão, prioridades do AAA (Árbitro Assistente Adicional) e a decisão rápida em lances polêmicos.

Além do presidente da Comissão de Arbitragem, Marcos Marinho, estiveram presentes o vice-presidente da CA, Alício Pena Jr; integrante da CA, Cláudio Vinícius Cerdeira e analistas de desempenho.

“O que rotula a arbitragem como má são os erros grosseiros. Esses erros saltam aos olhos. Vocês têm que levar a teoria para dentro de campo. Vocês têm qualidade e estão muito bem fisicamente. As regras devem ser cumpridas e não podemos dar espaço para as críticas que estamos recebendo. Queremos erro zero”, pediu Cerdeira aos árbitros durante as conversas. Com informações da CBF.

Compartilhe nas redes sociais

Leandro

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a deixar um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *