Namorado de jovem que ofereceu carona por WhatsApp alertou: ‘Cuidado’ Namorado de jovem que ofereceu carona por WhatsApp alertou: ‘Cuidado’
‘Eu sempre ficava preocupado com ela e mandei mensagem pedindo para ela tomar cuidado’, conta Marcos Antônio da Silva   A radiologista que foi encontrada... Namorado de jovem que ofereceu carona por WhatsApp alertou: ‘Cuidado’

‘Eu sempre ficava preocupado com ela e mandei mensagem pedindo para ela tomar cuidado’, conta Marcos Antônio da Silva

 

naom_59fc5a8924ff1

radiologista que foi encontrada morta no Triângulo Mineiro nesta quinta-feira (2) depois de oferecer carona no WhatsApp conversou com o namorado pouco antes de desaparecer. Kelly Cristina Cadamuro, de 22 anos, trocou mensagens com o engenheiro civil Marcos Antônio da Silva, de 28: “Amor, pelo amor de deus, cadê você?”, escreveu ele.

O namorado contou ao “G1” que Kelly saiu de São José de Rio Preto, no interior de São Paulo, na quarta-feira (1º), com destino a Itapagipe, onde passaria o feriado prolongado com a família dele.

Um dia depois do desaparecimento, o corpo foi encontrado e três suspeitos de cometerem o crime foram presos. Entre os detidos estava o rapaz que aceitou a carona. Segundo a Polícia Militar, um dos homens confessou ter entrado no grupo de carona com a intenção de assaltar a vítima.

+ PM do Rio exonera agentes responsáveis por prisões de policiais

Às 18h35, Kelly avisou ao namorado pelo WhatsApp que estava iniciando a viagem. Quase uma hora depois, às 19h23, ela voltou a enviar notícias, disse que tinha parado para abastecer. A conversa por der lida acima.

“Ela era acostumada a viajar e compartilhar carona e, geralmente, me mandava foto de quem era a pessoa que iria acompanhá-la. Dessa vez, como foi uma moça que ligou para ela combinando por telefone, não tinha imagens. Na ligação, ela me contou que iria esta moça e o namorado dela, mas, na hora de embarcar, só o rapaz apareceu. Eu sempre ficava preocupado com ela e mandei mensagem pedindo para ela tomar cuidado. Às 20h23, voltei a procurá-la e ela não apareceu mais”, contou Marcos.

O corpo da vítima foi encontrado em um córrego da região. Ela estava seminua e com a cabeça mergulhada na água, de acordo com a polícia. Na declaração de óbito consta a informação que Kelly foi vítima de asfixia e estrangulamento.

Compartilhe nas redes sociais

hertz_user2016

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a deixar um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *