Casas da CDHU são invadidas em São José da Bela Vista, SP Casas da CDHU são invadidas em São José da Bela Vista, SP
O trabalhador rural Danilo de Andrade Gomes espera pela casa própria em São José da Bela Vista (SP) desde 2012 e se inscreveu para... Casas da CDHU são invadidas em São José da Bela Vista, SP

O trabalhador rural Danilo de Andrade Gomes espera pela casa própria em São José da Bela Vista (SP) desde 2012 e se inscreveu para o sorteio do programa habitacional, mas para ele o sonho parece distante: além de as obras estarem paradas, um grupo de famílias invadiu o local no fim de semana.

O conjunto da Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU) começou a ser construído em 2012 ao custo inicial de R$ 7 milhões e tem no projeto a construção de 108 casas populares. Em 2016, as obras paradas e não foram retomadas. “Acho isso aí uma injustiça, tem que deixar pro povo que fez a inscrição”, reclama Gomes.

A CDHU garantiu ter recursos para finalizar as obras, mas comunicou que a responsabilidade pela fiscalização do projeto é da Prefeitura. Esta, por sua vez, informou já ter articulado a saída dos invasores e garantiu o reinício das obras ao custo de R$ 4,2 milhões ainda este ano com a abertura de uma nova licitação.

A Construtora Terra Plana Orlândia Terraplanagem informou que a obra foi paralisada por falta de pagamento.

Casa da CDHU inacabada em São José da Bela Vista, SP (Foto: Reprodução/EPTV)Casa da CDHU inacabada em São José da Bela Vista, SP (Foto: Reprodução/EPTV)

Casa da CDHU inacabada em São José da Bela Vista, SP (Foto: Reprodução/EPTV)

Casas abandonadas e invadidas

Desde que o projeto parou, os imóveis do conjunto habitacional estão sem energia elétrica e sem itens básicos como torneiras, mas isso não impediu moradores como Josiane Fuso de se mudarem para lá. Ela, que não se inscreveu no programa, argumenta que não tem dinheiro para morar em outro lugar.

“Daqui eu não saio, daqui ninguém me tira. Só me tira morta, porque eu não tenho emprego eu não tenho como pagar”, afirma.

A estudante Lidielen Elias dos Santos também levou suas coisas para uma das casas no conjunto habitacional. Ela defende que os moradores revitalizaram o local que parecia abandonado pelas autoridades.

“Todo mundo trabalha, todo mundo é honesto só que a obra está abandonada, roubaram privada, roubaram as portas, o mato está dessa altura. A gente entrou, limpou tudo, arrumou tudo bonitinho”, diz.

Conjunto habitacional da CDHU em São José da Bela Vista, SP (Foto: Reprodução/EPTV)Conjunto habitacional da CDHU em São José da Bela Vista, SP (Foto: Reprodução/EPTV)

Conjunto habitacional da CDHU em São José da Bela Vista, SP (Foto: Reprodução/EPTV)

Nova licitação

O secretário de Segurança de São José da Bela Vista, Paulo Augusto Ferreira de Azevedo, afirma que se reuniu com o grupo que invadiu as casas e estes se prontificaram em sair.

“Assim que nós tivemos a notícia da invasão foi pedido pra que montassem uma comissão e nos procurassem pra conversar e assim ocorreu. Foi explicado como são todos os procedimentos, eles tinham muita curiosidade para saber como estava o andamento do processo licitatório. Nós explicamos, entregamos a documentação para aqueles que participaram da reunião, eles entenderam e vão estar saindo pacificamente”, afirmou.

Ele também confirmou que o município deve retomar as obras ainda este ano ao custo de R$ 4,2 milhões, com previsão de término em 12 meses após a realização de um novo processo licitatório.

“Estamos aqui na Prefeitura trabalhando com muito esforço e dedicação para que eles possam realmente ter as suas casas.”

Casa da CDHU em São José da Bela Vista ocupada e inacabada (Foto: Reprodução/EPTV)Casa da CDHU em São José da Bela Vista ocupada e inacabada (Foto: Reprodução/EPTV)

Casa da CDHU em São José da Bela Vista ocupada e inacabada (Foto: Reprodução/EPTV)

Compartilhe nas redes sociais

Leandro

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a deixar um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *