Tomate está até 95% mais caro Tomate está até 95% mais caro
FOI O QUE APONTOU UM LEVANTAMENTO DA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO.  A CONAB COMPAROU OS PREÇOS NOS PRINCIPAIS CEASAS DO PAÍS ENTRE DEZEMBRO DO... Tomate está até 95% mais caro

FOI O QUE APONTOU UM LEVANTAMENTO DA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO.  A CONAB COMPAROU OS PREÇOS NOS PRINCIPAIS CEASAS DO PAÍS ENTRE DEZEMBRO DO ANO PASSADO E JANEIRO DESTE ANO.
O TOMATE SE DESTACOU COM UMA ALTA DE MAIS DE 95 POR CENTO EM VITÓRIA NO ESPÍRITO SANTO.  EM BELO HORIZONTE, O TOMATE CHEGOU A SUBIR 83 POR CENTO.

O TOMATE MAIS CARO VENDIDO NO PAÍS EM JANEIRO FOI NO CEASA DE RECIFE CUSTANDO TRÊS REAIS E 19 CENTAVOS O QUILO. POR LÁ, A ALTA FOI DE APROXIMADAMENTE 40 POR CENTO.  MAS NÃO FOI APENAS O TOMATE QUE FICOU MAIS CARO NO PRIMEIRO MÊS DO ANO.  BATATA, CEBOLA E CENOURA TAMBÉM SUBIRAM DE PREÇO.  DE ACORDO COM A CONAB, AS CHUVAS EM ÉPOCA DE COLHEITA E A DIMINUIÇÃO DE ÁREA PLANTADA NO ANO PASSADO FORÇARAM A REDUÇÃO NA PRODUÇÃO, O QUE FEZ OS PREÇOS SUBIREM.

POR OUTRO LADO, AS FRUTAS TROUXERAM UM REFRESCO PARA O BOLSO DO CONSUMIDOR.  O MAMÃO, POR EXEMPLO, FICOU 10 POR CENTO MAIS BARATO NA CENTRAL DO RIO DE JANEIRO SENDO COMERCIALIZADO A UM REAL E 63 NO CAPITAL FLUMINENSE.  A BANANA TAMBÉM APRESENTOU REDUÇÃO EM CIDADES COMO CURITIBA, FORTALEZA E NA GRANDE SÃO PAULO.  EM CURITIBA A QUEDA FOI DE MAIS DE 12 POR CENTO LEVANDO O PREÇO DA FRUTA PARA UM REAL E 28 CENTAVOS O QUILO.

 

Compartilhe nas redes sociais

Leandro

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a deixar um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *