Nesta segunda-feira (18), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a distribuição e a vende de um lote do Extrato de Tomate Heinz, fabricado pela Heinz Brasil S.A, em todo o território nacional, por contaminação de pelos de rato nos produtos.

 De acordo com com a Fundação Ezequiel Dias (LACEN-MG), laboratório credenciado pela Anvisa, “uma matéria estranha indicativa de risco à saúde humana, pelo de roedor, (foi detectada) acima do limite máximo de tolerância pela legislação vigente”. O lote sob suspeita é o L06, cuja validade é até 01/04/2017.

Compartilhe nas redes sociais