Uma confusão foi estabelecida em uma loja de produtos de informática na área central no final da tarde de ontem. Um estudante de 20 anos, morador no Jardim Vera Cruz lll, tentou comprar quase R$ 5 mil em produtos no nome de seu ex-patrão.

O autor trabalhou um certo tempo na fábrica de calçados pertencente a vítima. Aproveitando que era o responsável pelas compras na empresa, o estudante realizou o pedido através da página da loja alegando que a vítima, um empresário de 46 anos havia solicitado.

Ontem (18), já no final do expediente, ele se dirigiu até a loja com a intenção de pegar as peças para montar um computador. Para isso, o estelionatário levou um técnico em informática. Ao chegar na loja de informática e solicitar a compra que estava no nome de seu ex-patrão, o proprietário da empresa desconfiou.

Em contato com o empresário para confirmar a venda, o comerciante foi informado que o rapaz não fazia mais parte do quadro de funcionários da empresa de calçados. Configurando então o crime de estelionato.

A Polícia Militar foi acionada e o estelionatário fugiu a pé e não foi encontrado. O técnico em informática foi detido ainda no interior da loja. O caso foi apresentado no Plantão Policial e um boletim estelionato foi registrado. O técnico foi citado como averiguado, e o estudante indiciado.

Investigadores do 1º DP ficarão incumbidos de localizar o autor.

Compartilhe nas redes sociais