Facebook Messenger, Skype, Telegram, Viber e Hangouts são opções.
Bloqueio tem período indeterminado, segundo Justiça do Rio de Janeiro.

Após decisão da Justiça do Rio, que tem período indeterminado, o bloqueio ao WhatsApp já começou a ser relatado por usuários do aplicativo. Por isso, confira abaixo algumas alternativas ao app de mensagens:

Facebook Messenger (site:https://www.messenger.com)
Embora ligado diretamente à rede social, o Messenger pode ser usado como um app à parte. Funciona como bate-papo para mensagens de texto, voz e emoticons. O Facebook, no entanto, não deseja fazer do Messenger um substituto do WhatsApp – a ideia é que seja antes de tudo plataforma de relacionamento. Prova disso são os esforços da rede social para transformar o bate-papo em um serviço de transação (compra e venda de produtos, relacionamento entre clientes e empresas etc). Vale lembrar ainda que o Facebook comprou o WhatsApp em 2014 por US$ 22 bilhões. O download é gratuito, mas o uso consome o pacote de dados.

Telegram (Foto: Divulgação/Telegram)Telegram (Foto: Divulgação/Telegram)

Telegram (site: https://telegram.org/)
Com funções semelhantes às do WhatsApp, o Telegram serve para troca de mensagens de texto, foto e vídeo. A vantagem é que permite ainda o envio de arquivos de qualquer tipo (doc, zip e mp3, por exemplo).

Outra diferença com relação ao WhatsApp, segundo o próprio Telegram, é que o usuário pode “acessar suas menagens de vários dispositivos ao mesmo tempo, incluindo tablets e computadores, além de compartilhar um número ilimitado de fotos, vídeos e arquivos de até 1,5 GB cada”. O download é gratuito, mas o uso consome o pacote de dados.

Hangouts (site:https://hangouts.google.com/)
Inicialmente vinculado ao Google+, o Hangouts hoje em dia pode ser usado por quem não tem perfil na rede social. Mas é preciso, sim, ter conta no Google. Criado como bate-papo, agora permite envio de SMS. Dá para conversar em grupos de até cem pessoas, trocar fotos, emoticons e GIFs, por exemplo.

Além disso, o Hangouts faz chamadas em vídeo, tanto entre duas pessoas como entre grupos de até dez pessoas. Permite ainda sincronizar dispositivos e está disponível nas versões Android, iOS e Web. O download é gratuito, mas o uso consome o pacote de dados.

Skype (Foto: Divulgação)Skype (Foto: Divulgação)

Skype (site: www.skype/pt-br)
O forte do Skype são conversas em vídeo, mas serve para trocar mensagens de texto também. Pertencente à Microsoft, o Skype pode ser usado no telefone, no computador ou em uma TV com o programa instalado.

Dentre os recursos que oferece, e que não estão disponíveis no WhatsApp, está a tradução simultâneas do português para outros seis idiomas e a possibilidade de se fazer videoconferência. O download é gratuito, mas é preciso comprar créditos para fazer ligações, além de o uso consome o pacote de dados.

Viber (Foto: Divulgação/ Viber)Viber (Foto: Divulgação/ Viber)

Viber (site: www.viber.com/pt/)
O Viber serve tanto para mensagens de texto quanto para ligações telefônicas para outros usuários do aplicativo. É via internet, ou seja: funciona pelo WiFi ou 3G e 4G (e, neste caso, o usuuário está sujeito à cobrança da operadora).

“Ah, mas e se eu, que tenho Viber, quiser ligar para alguém que não tem o aplicativo?”. Dá para fazer isso usando Viber Out, mas precisa comprar créditos. Além de Android, iPhone, BlackBerry, Windows Phone, Nokia e Bada, o Viber está disponível para Mac, Windows e Linux. O Viber gosta ainda de lembrar que não contém propagandas. O download é gratuito, mas o uso consome o pacote de dados.

ZapZap (site: http://www.zapzapbr.mobi/)
Faz tudo que o WhatsApp faz e com um diferencial: permite enviar e receber qualquer tipo de arquivo (de Office e PDFs a áudio e vídeo) e tamanho grande (até 1,5 GB). Com o slogan “brasileiros falando com brasileiros”, o ZapZap oferece grupos temáticos e a possibilidade de conversar com pessoas próximas (a localização ocorre por GPS).

Também dá para publicar no mural de outros usuários. O ZapZap tem versão para smartphone e tablet Android e a versão web para computador. O download é gratuito, mas o uso consome o pacote de dados.

Kik Messenger (site: http://www.kik.com/)
O app permite a troca de mensagens de texto, voz e imagens. Ele usa o nome do usuário para gristro, e não o número do telefone. Mas o Kik faz uma ressalva: não existe “apenas para que as pessoas conversem entre si”.

“Nossas ferramentas de marketing permitem que as marcas conversem e compartilhem conteúdo interessante com os usuários e acompanhem os resultados”, destaca o texto de apresentação do Kik. “Nossas ferramentas de desenvolvimento ajudam programadores a otimizar e distribuir seu conteúdo no Kik.” O download é gratuito, mas o uso consome o pacote de dados.

Line (site: http://line.me/pt-BR/)
Além de troca de mensagens, o Line permite chamadas de voz e vídeo e compartilhamento de fotos e mensagens de vídeo e de voz. O app está disponível para iPhone, Android, Windows Phone, BlackBerry (chamadas de voz) e PC (Windows eMac OS).

Nas mensagens de texto, o Line informa que oferece mais de 10 mil stickers (pequenas imagens animadas) e emojis. O download é gratuito, mas o uso consome o pacote de dados.zapzapmosaico

Compartilhe nas redes sociais