Criminalidade é o que mais preocupa e ocupa forças armadas

Terrorismo não é ameça para Olimpíada do Rio de Janeiro. É o que afirma o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, a menos de três semanas para o início do evento esportivo.

A criminalidade na capital carioca preocupa mais ao Ministro do que a suspeita de ataques terroristas divulgada de forma precipitada pelo governo francês, ao anunciar que um brasileiro planejava atacar a cidade durante os jogos.

A embaixada francesa já reconheceu que a informação é falsa. De acordo com Moraes, a probabilidade para que ocorra um ataque terrorismo no Brasil é de nível muito baixo, mas não descarta a possibilidade.

Portanto, todas as medidas de segurança e combate estão sendo adotadas. Para ele, o que mais toma tempo das forças armadas é a criminalidade. “Estamos reforçando o policiamento. Teremos número maior de delegações, de turistas de todos os países”, informou. O objetivo é não deixar que se passe imagem de criminalidade no Brasil.

Compartilhe nas redes sociais