A modelo Aline Pereira Godoi Furlan, de 28 anos, que está desaparecida desde a última quinta-feira (14), quando saiu de um bar de Piracicaba (SP), passou mal quando saia da casa noturna para ir embora de carro, de acordo com o delegado seccional da cidade, João Sérgio Batista, que viu as imagens das câmeras de segurança do local e passou as informações .

O sistema de monitoramento da Guarda Municipal, ainda conforme Batista, gravou também a modelo sozinha no carro quando ela ia em direção à rodovia que liga Piracicaba a Santa Bárbara d’Oeste (SP). As cenas não foram divulgadas para não prejudicar as investigações, conforme o delegado.O ex-namorado da modelo, que afirmou ter recebido pedido de socorro dela por celular na noite do desaparecimento, também deve depor nesta quinta.   A Polícia Civil vai quebrar o sigilo telefônico de Aline para tentar descobrir por onde ela passou depois de sair do bar, que fica no bairro Vila Rezende, em Piracicaba.

O comando do helicóptero Águia, da Polícia Militar, informou que realizou na quarta-feira (20) à tarde buscas na região da Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), entre Piracicaba e Santa Bárbara d’Oeste, na tentativa de encontrar o carro da modelo. O trabalho durou cerca de uma hora, segundo a corporação.

Ex-namorado
O ex-namorado de Aline, que pediu para não ter o nome divulgado, disse que a modelo ligou para ele no dia do desaparecimento. Ele afirmou que a jovem chorava muito e não dava para entender o que ela dizia. Depois que a ligação caiu, ele disse que mandou mensagem pedindo a localização dela, mas não teve resposta.

Compartilhe nas redes sociais