Um erro grave cometido por profissionais de um hospital de Sydney, na Austrália, fez com que um bebê morresse e outro ficasse em estado grave. Os bebês, com dois meses de vida, receberam acidentalmente óxido nitroso em vez de oxigênio.

“Estou profundamente triste pelas famílias do recém-nascido que morreu e do outro recém-nascido que foi severamente afetado. Após o gás errado ser aplicado, foi tentado uma reanimação neonatal no Bankstown-Lidcombe Hospital”, disse Skinner em um comunicado nesta segunda-feira (25).

Uma máquina de oxigênio em um dos leitos do hospital foi instalado incorretamente e certificado pela fornecedor de gás BOC Limited, em julho do ano passado, disse o ministro.

Compartilhe nas redes sociais