0a1949d5-6e93-4111-b5fd-376038d00a6740c1d982-eec4-4111-bdc5-f2468ed2ccd6

Os 9 votos favoráveis à cassação do mandato do Prefeito Alexandre Ferreira não foram suficientes. Dos 15 vereadores, 6 votaram pela permanência de Alexandre. A sessão extraordinária da Câmara Municipal, teve início as 17h25.

Na tribuna falaram os vereadores Daniel Radaelli, Adérmis Marini, Zezinho Cabeleireiro, Pastor Otávio Pinheiro, Marcelo Valim, Márcio do Flórida, Donizete da Farmácia e Valéria Marson. O advogado do prefeito, Dr. José Arnaldo também usou a tribuna e fez a defesa do prefeito Alexandre Ferreira (PSDB).

Vereadores como Laercinho preferiram não se pronunciar na tribuna. Foram à favor da permanência do Prefeito: Donizete da Farmácia (PSDB), Luis Antônio Cordeiro (PSB), Vergara (PSB), Bahia (PTN), Laercinho (PMDB) e Claudinei da Rocha (PSB).

Ouve momentos de tensão durante os pronunciamentos. Quando o vereador Donizete da Farmácia subiu na tribuna, ele deixou claro o seu apoio ao Prefeito Alexandre Ferreira. Pessoas que acompanhavam a sessão passaram a proferir xingamentos.

O presidente da Câmara, Marco Garcia, suspendeu a sessão por 30 minutos. Encerrado o tempo, o vereador voltou a discursar e brevemente votou favorável à permanência do Prefeito.

Os vereadores que se posicionaram contra Alexandre disseram que as urnas devem mostrar quem tem razão. A Hertz AM através da sua página no Facebook, realizou transmissões ao vivo com o repórter Marcos de Paula.

Sendo assim, Alexandre Ferreira permanece na Prefeitura até o final de seu mandato, que vigora até 31 de dezembro.

Compartilhe nas redes sociais