0108ab7b-c91e-4ce7-bb39-34266971c869

A ciclista Danilas Ferreira da Silva 25 anos, que compete pela cidade de Franca, se desesperou na manhã de domingo, 30, quando se dirigia para um local onde iria competir, próximo à cidade de Cristais Paulista.

Danilas que estava de carona em uma caminhonete com outros competidores, se viu num beco sem saída ao chegar no local da prova, e não ver a sua bicicleta da marca Scott, avaliada em R$ 10 mil, sobre a caminhonete.

A bicicleta caiu da caminhonete próximo ao pontilhão do Jardim Guanabara, na Rodovia Cândido Portinari. Um taxista de 42 anos que vinha logo atrás, parou, guardou a bike no carro, e passou o numero de um telefone para um outro ciclista que vinha atrás.

Enquanto a vítima procurava desesperadamente sua bicicleta e fazia contato nos grupos do aplicativo WhatsApp, ela recebeu a informação da localização de seu instrumento de trabalho.

Danilas foi até a casa humilde na Vila São Sebastião, onde mora o taxista, e teve a sua bike entregue. “Eu não canso de agradecer a ele “taxista”, a atitude dele deve ser espelho para outros seres humanos.

Eu não sei o que iria fazer, já que no próximo mês eu disputo duas competições”, disse. A nossa equipe fez contato com o taxista que preferiu ficar no anonimato, mas por telefone disse que, mesmo sabendo do alto valor da bicicleta, jamais pensou em ficar para ele.

“Eu não consigo ser assim, você pega com uma mão, e Deus tira com a outra. A pessoa precisa, é o trabalho dela”, disse.

Parabéns ao taxista pela atitude, e boa sorte à Danilas nas competições.

Compartilhe nas redes sociais