O IE-ACIF (Instituto de Economia da Associação do Comércio e Indústria de Franca) estima que R$ 134,5 milhões serão injetados na economia de Franca entre novembro e dezembro, em razão do pagamento do 13º salário. O cálculo leva em consideração micro dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) e base de dados do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social), que dão conta de 90,6 mil trabalhadores formais e 67 mil aposentados e pensionistas, na cidade.

“A injeção deste recurso deve afetar, diretamente, cerca de 14 mil estabelecimentos comerciais de Franca”, afirma o presidente da ACIF, Dorival Mourão Filho. “Ter uma equipe de vendas treinada para atuar em meio a um fluxo maior de clientes, oferecer promoções atrativas e se atentar aos indicadores de estoque são ações importantes para que os varejistas tenham um bom desempenho com a data”, diz.

De acordo com a mais recente pesquisa da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), 43,5% dos brasileiros usarão a primeira parcela do 13º para pagar dívidas.

Compartilhe nas redes sociais