Três adolescentes que cumprem, ou cumpriram medida de internação na Fundação Casa de Franca, foram inscritos para prestar o Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade.

As provas acontecem na Fundação Casa nos dias 11 e 12 de dezembro, sempre a partir das 13h30 (horário de Brasília). Profissionais contratados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação (MEC), responsável pelo Exame, aplicarão os testes.

Assim como o Enem geral, o Enem PPL – destinado a adultos presos e adolescentes em internação – possibilita concorrer a vagas no Ensino Superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas de estudo pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) ou a financiamento por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

O Enem PPL destina-se apenas a jovens e adultos privados de liberdade que concluíram ou estão na última série do Ensino Médio.

No primeiro dia, os adolescentes terão cinco horas e meia para responder às questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias, além de escrever a redação. No segundo dia, serão cinco horas de duração para solucionar as questões de Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Educação Fundação Casa

Na Fundação CASA, a educação escolar é realizada em conjunto com a Secretaria de Estado da Educação, seguindo conteúdo programático, calendário e material didático da rede pública estadual.

A preparação para o Enem PPL ocorre principalmente no período da aula, embora a equipe pedagógica de cada centro socioeducativo tenha autonomia para aplicar atividades de preparação extra, com auxílio de pedagogos ou agentes educacionais da própria Fundação.

Compartilhe nas redes sociais