Creusa Gomes da Silva, de  31 anos, que teve 90% do corpo queimado, após uma explosão em Cristais Paulista, continua internada na Santa Casa de Franca. Segundo boletim médico divulgado na segunda-feira, 10, a paciente mantém quadro grave e respira com ajuda de aparelhos.

Rosa Gomes da Silva, de 29 anos, que também estava na residência, continua internada no mesmo hospital que a irmã Creusa. O quadro de saúde dela é estável.

A tragédia aconteceu na manhã da última sexta-feira, 7, na rua Major Mendonça, no bairro Mococa. Um botijão de gás explodiu e derrubou a casa que as vítimas estavam. Imóveis vizinhos também foram afetados.

Compartilhe nas redes sociais