O corpo encontrado no domingo, 14, na piscina de tratamento de esgoto da Sabesp localizada na rua Herculino de Paula, no Jardim São Francisco, na zona leste de Franca, é do pedreiro Alex Reis de Oliveira, de 36 anos, morador do Jardim Paulistano que estava desaparecido. Segundo familiares, Reis levou dois tiros na cabeça.

O corpo de Alex estava amarrado com arames e coberto com pedras. Devido ao avançado estado de decomposição, em um primeiro momento não foi possível identificar o corpo. Na manhã desta segunda-feira, 15, familiares foram ao IML (Instituto Médico Legal) e constataram que o corpo era do pedreiro.

 Alex Reis de Oliveira/Foto: divulgação

Segundo a família, no dia 4 de julho, por volta das 23h, uma pessoa chamou Alex em frente a residência  onde ele mora com os pais na rua Gilberto de Aguilar. Logo após, ele abriu o portão da garagem e desapareceu. “Ele estava depressivo, não é usuário de drogas e nem tem passagem pela polícia”, disse Pedro Vitor de Oliveira pai do pedreiro.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Reportagem: Cássio Freires

Compartilhe nas redes sociais