Prefeito Gilson de Souza (DEM) se cala sobre o abuso de autoridade protagonizado pelo seu irmão caçula que foi acusado de furar a fila no Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) para beneficiar supostos eleitores da família Souza. Agora, é esperar a prometida reação da Câmara de Vereadores que deve manter tudo do jeito que já está: na base do mais completo silêncio e falta de explicações ao povo. Ouça o comentário de Hélio Rodrigues Ribeiro.

Lei da mordaça contra as investigações do Ministério Público aprovada pelos deputados terá vetos do presidente Jair Bolsonaro. A verdade é que os deputados não têm autoridade moral para amordaçar qualquer instância de investigação já que é no congresso que estão os principais focos da corrupção.  Hélio Rodrigues comenta, ouça.

Compartilhe nas redes sociais