“Foi simplesmente sensacional! Uma das maiores vitórias que tive a oportunidade de viver aqui dentro do Pedrocão, com o apoio e a vibração da torcida. No intervalo, eu disse para o time que precisávamos tirar um ponto por minuto, mas sem perder a nossa consistência. E a equipe demonstrou não só o seu poder de superação, mas também o seu caráter, união e que sabe aonde quer chegar. Eu estou muito feliz por termos garantido a vaga na final do Paulista”.

Assim o técnico Helinho Garcia definiu o jogo deste domingo, 29, que terminou com a vitória do Franca Basquete, por 92 a 88, diante do São Paulo, e a conquista da vaga na decisão do torneio estadual pela terceira vez consecutiva.

Não foi fácil. O time francano não fez um bom primeiro tempo e foi ao intervalo perdendo por 22 pontos de diferença: 59 a 37. A reação começou no terceiro período, quando a equipe da casa cortou a vantagem para 15 tentos, 75 a 60.

Jogadores do Franca Basquete comemoram vitória/Foto: Newton Nogueira

Nos últimos dez minutos, o Franca encaixou sua defesa e calibrou seu ataque, permitindo ao São Paulo apenas 13 pontos, enquanto anotou 32. Assim, o elenco francano virou o jogo e fechou a série semifinal em dois a zero.

David Jackson, autor de 17 pontos, foi o cestinha de Franca na partida. Responsável pelo lance da virada, Rafael Hettsheimeir deixou a quadra com 15 tentos, oito rebotes e três assistências, garantindo o posto de jogador mais eficiente do time francano.

Enquanto aguarda a definição de seu adversário na final, que sairá do confronto entre Mogi das Cruzes e Corinthians, o Franca Basquete embarca para Nova Iorque, onde enfrentará o Brooklyn Nets, pela pré-temporada da NBA, no dia 4 de outubro.

Compartilhe nas redes sociais