A restauração do Relógio do Sol, que é um patrimônio de Franca, teve início nesta semana através da empresa Cantaria Conservação e Restauro de Minas Gerais, contratada por licitação.

O trabalho é minucioso e muito delicado. Na praça central Foi montada uma estrutura para proteger tanto o monumento quanto as peças que ficaram guardadas na Casa da Cultura desde que o mesmo foi atingido por um forte temporal em dezembro de 2017. A restauração está orçada em R$ 238 mil e a expectativa é de que a reinauguração do Relógio do Sol aconteça até o final do ano.

Relógio do Sol sendo restaurado/Foto: divulgação

Em relação às árvores ao redor do Relógio do Sol, foi firmado um compromisso entre a Secretaria de Serviço e Meio Ambiente e o Grupo Verdejar para fazer o monitoramento. Será feita uma poda geral, não sendo feita a retirada de nenhuma delas. “Não é preciso destruir para preservar a história”, disse o secretário de Esportes, Elson Bonifácio.

Compartilhe nas redes sociais