Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

Após festa com aglomeração, Vigilância interdita república “Cachorro Latiu”

Compartilhar:

Após uma festa que reuniu centenas de pessoas na “República Cachorro Latiu”, no Parque Universitário, a Vigilância Sanitária, através da ‘Patrulha Covid’, encontrou uma série de irregularidades, que resultaram na autuação do responsável e o local foi interditado.

Maioria dos participantes não usavam máscaras e se aglomeraram em frente a república

Durante a inspeção, os fiscais constataram diversas irregularidades no local, como a ausência de alvarás para a realização do evento, utilização de som e manipulação de bebidas, falta de AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), extintores com o prazo de validade vencidos e falta de saída de emergência.

Mariela Toscano, responsável pelas Vigilâncias Ambiental e Sanitária, informou que os responsáveis pelo local foram orientados a não realizarem o evento, devido a interdição e as penalidades aplicadas. Porém, por volta de 20 horas, mediante contato da Polícia Militar, informando que a festa estaria sendo realizada, a Patrulha Covid retornou ao local, onde foi emitido um novo auto de infração para o proprietário, que irá receber uma multa com o valor dobrado, tendo em vista a reincidência da infração.

A penalidade pode chegar ao valor de R$ 20 mil. Os fiscais constataram ainda, o descumprimento dos protocolos sanitários de prevenção a Covid-19, como ausência de uso de máscara de proteção, distanciamento social e disponibilização de álcool gel para higienização das mãos

A Polícia Militar acompanhou a dispersão do público presente ao local, de forma segura. Segundo a Vigilância Sanitária, o local prossegue interditado até a conclusão do processo administrativo, que será avaliado pelas autoridades sanitárias, com a possiblidade de encaminhamento à Polícia Militar e Ministério Público.

Mariela destacou que as equipes da Patrulha Covid continuam em ação nesta nova fase de retomada segura de enfrentamento a Covid-19, verificando o cumprimento dos protocolos sanitários de prevenção, como uso obrigatório de máscara, distanciamento social e higienização das mãos.

As denúncias poderão ser feitas pelo canal Covizap pelo telefone 99917-2802.

Compartilhar:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.