Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

Beth Carvalho, a madrinha do samba, morre aos 72 anos

Compartilhar:

A cantora e compositora Beth Carvalho, de 72 anos, morreu na terça-feira, 30, de septicemia (infecção generalizada), no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, zona sul do Rio, onde estava internada desde janeiro deste ano.

Com mais de 50 anos de carreira e dezenas de discos gravados, Beth Carvalho lançou nomes como o cantor Zeca Pagodinho, que só se referia a Beth como madrinha, além de Arlindo Cruz e Almir Guineto e o próprio grupo Fundo de Quintal. Zeca Pagodinho ficou muito abalado com a notícia e, por intermédio de sua assessoria, disse que “não tinha condições de falar hoje”.

Mangueirense de coração e torcedora do Botafogo, suas duas grandes paixões, Beth também lançou o cantor e compositor Jorge Aragão, entre outros.

Beth Carvalho sofria de um problema de coluna há vários anos e recentemente fez um show deitada em uma cama, sem conseguir sentar por causa das fortes dores.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, soltou uma nota lamentando a morte de Beth Carvalho. Ele disse que a música da cantora é trilha sonora de sua vida. Ele se solidarizou com os familiares e amigos da sambista, dizendo que Beth Carvalho foi uma grande intérprete do samba carioca e reuniu, ao longo de cinco décadas, fãs de todas as idades, unindo o país em torno da beleza da sua voz e das suas canções.

Compartilhar:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.