Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

Buracos e falta de banheiros viram transtornos para feirantes e clientes em Franca

Compartilhar:

O que era para ser um momento de ir às compras, rever os amigos e passar horas agradáveis em um domingo pela manhã, tem se tornado um transtorno para comerciantes e clientes que frequentam a feira livre, em Franca. O motivo é a falta de estrutura no local, na avenida Major Nicácio.

Buraco próximo a uma barraca de pastéis fez uma senhora cair, enquanto carregava as compras

Nilma Aparecida dos Santos, que é bastante conhecida em sua barraca que vende frangos caipira, procurou a reportagem do portal Hertz Notícias e decidiu fazer suas reclamações. Segundo ela, os buracos no asfalto da avenida, onde são instaladas as barracas, tem colocado em risco a saúde dos frequentadores.

Só ela, presenciou duas quedas de pessoas que caminhavam pela feira. “Está tendo muito buraco mesmo na avenida. É um perigo não só pra gente que trabalha, mas para as pessoas que vão comprar e até para os motoqueiros que podem até cair… Domingo passado caiu uma senhora lá e no domingo retrasado outra senhora caiu com sacola e tudo. Está um horror aquilo”, disse Nilma.

Além disso, outra questão levantada pela comerciante é a falta de banheiros. Quem trabalha na feira, precisa caminhar algumas quadras para pedir aos donos de outros estabelecimentos para que emprestem os sanitários. Segundo ela, o problema vem de longa data, e quase toda eleição a promessa de políticos que passam por lá, muitas vezes para angariar votos, nunca foi cumprida.

“A gente está precisando na feira de um banheiro… Toda vez que vai político, a gente pede o banheiro. Até na última eleição, quando foi o prefeito, a gente solicitou o banheiro, mas nada de providenciar. As pessoas vão lá no banheiro do posto, da igreja Nossa Senhora das Graças, da Padaria Estrela. É uma coisa muito ruim mesmo”, completou a comerciante.

Falta de banheiros públicos tem causado transtornos para feirantes e clientes que trabalham e frequentam a feira livre

A mesma situação foi relatada pelo feirante Rubens Parra, que há anos trabalha no local. Ele disse que até instalaram um banheiro, mas que fica próximo a um ponto de taxi, bem próximo ao cruzamento com a avenida Presidente Vargas, a muitos metros da feira.

“Não tem banheiro, então nós temos que deslocar no posto e lá só tem um banheiro, e às vezes você chega lá tem gente, aí você tá com a barriga doendo, tá apertado, tem que esperar aquela pessoa sair… Eles até fizeram um banheiro já faz tempo, mas fica fechado, porque ninguém vai lá, é muito longe, então não tem cabimento sair daqui pra ir no banheiro lá”, explicou Rubens.

A Prefeitura informou que o local será inserido na programação do TapZap e realizado o reparo nos próximos dias, mas até o momento não respondeu sobre a situação dos banheiros.

Reportagem: Thiago Garcia

Compartilhar:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.