Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

Denúncias de trabalho infantil em Franca serão apuradas

Compartilhar:

A Secretaria de Ação Social, da Prefeitura de Franca (SP) vai apurar as denúncias de trabalho infantil recebidas nos últimos dias na cidade.  O Prefeito Alexandre Ferreira, acompanhado pela secretária de Ação Social, Gislaine Liporoni, Ana Paula Marafiga, diretora de Proteção Social Básica e representantes dos dois Conselhos Tutelares estiveram no último fim de semana, no cruzamento das avenidas Major Nicácio e Presidente Vargas, onde constatou uma situação perigosa e preocupante.

A presença de um grupo de 12 crianças e adolescentes, com idades entre 11 e 16 anos, em situação de trabalho infantil, vendendo balas e limpando os vidros de veículos, durante o fechamento dos semáforos no local. Durante a abordagem feita a esses meninos, as equipes buscaram informações sobre os motivos que os levaram até àquela situação, dificuldades vivenciadas e o que pretendiam.

Gislaine Liporoni, secretária da pasta, explicou que algumas crianças e adolescentes disseram que, devido ao fato de não estarem frequentando às aulas, em escolas, devido à pandemia, mesmo estando matriculados, suas famílias estavam enfrentando dificuldades financeiras e, por isso, estavam desenvolvendo aquele trabalho. Segundo a secretária, um menino de 11 anos, em poucas horas, arrecadou a quantia de R$ 80, com a venda de balas.

No último dia 28, no mesmo local, ocorreu um encontro agendado com eles e a equipe do Serviço de Abordagem Social, composta por assistente social, psicólogos e orientadores sociais, responsável pelo atendimento a moradores em situação de rua, incluindo crianças e adolescentes. Durante a conversa com esse grupo foi possível identificar, que a maioria deles é residente na Região Oeste, as principais necessidades e demandas deles são de origem material e a ausência de alguns serviços próximos a suas residências.

Diante do exposto, foram colhidas informações sobre os responsáveis, endereços e contatos. A partir desta abordagem, a Secretaria de Ação Social informou que vai continuar fazendo o acompanhamento diário dessas crianças e adolescentes e está organizando uma reunião para os próximos dias, com representantes do Fórum de Erradicação do Trabalho Infantil, CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistência Social) Centro e Moema, Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e Adolescente e de Assistência Social, para discutir e debater ações mais efetivas para a retirada desses meninos em situação de rua, e levá-los para ações socioeducativas, nos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos já existentes nos bairros, dentre outros projetos.

Compartilhar:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.