Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

“Estamos voltando no filme que tivemos no ano passado”, diz Alexandre sobre avanço da pandemia

Compartilhar:

Durante a coletiva de imprensa do prefeito Alexandre Ferreira (MDB), realizada na tarde de ontem (13) em seu gabinete na Prefeitura de Franca e que contou com a presença do vice-prefeito Everton de Paula e do secretário de Saúde, Lucas Souza, números da pandemia na cidade foram apresentados e trouxeram um alerta às autoridades em saúde da cidade. 

Durante a fala do prefeito, foram apresentados os dados da média móvel de casos de Covid no município que comprovam um avanço desenfreado de contaminação. De 20 de dezembro do ano passado até o dia 12 de janeiro desse ano, a média de casos da doença saltou de 18 em dezembro para quase 202 em janeiro, por dia e Alexandre fez um alerta sobre a situação.  

“Precisamos muito tomar cuidado para que mais pessoas não fiquem doentes e nesses atendimentos a gente acaba por diagnosticar, diferente de dezembro, que nós tínhamos menos de 18 casos por dia a nossa média móvel é de 201 casos, ou seja, a cada dia o número vem aumentando em termos absolutos… Não se enganem, o pessoal está falando aí, ah… a ômicron é mais leve. Vai pegar muito mais gente e vai necessitar de mais trabalho aqui no nosso pronto-socorro e por outro lado lota ainda mais os nossos serviços de pré-atendimento, de pré-hospitalar, pronto-socorro, UPAs e pronto-socorro infantil”, disse Alexandre.  

Outra preocupação por parte do chefe do Executivo é com relação à vacinação, embora 85% dos francanos já tenham recebido ao menos uma dose e 77% duas doses, cerca de 73 mil pessoas que já poderiam ter tomado a primeira, segunda ou terceira doses, não compareceram aos postos de vacinação.  

“A vacina protegeu sim. Muita gente que tem Covid hoje vacinado, mas com os sintomas bem brandos, bem melhores do que o ano passado. A primeira dose nós temos 15% das pessoas que estão dentro da faixa etária, de 12 anos acima que não tomou, nós estamos falando assim perto de 42 mil que não tomaram nenhuma dose de vacina; pois bem, segunda dose 77% das pessoas e aí vejam que na segunda dose nós temos um atraso de 21 mil, então nós já temos 42 mil mais ou menos que não tomou nenhuma dose… E olha só, a de reforço só 25% das pessoas que poderiam já ter tomado o seu reforço e não vieram nas unidades básicas de saúde e aí nós estamos falando de 73 mil pessoas com atraso de vacina na cidade”, explicou o prefeito ao falar da importância da vacina no combate à pandemia para evitar que a cidade volte a conviver com o fechamento e proibição das atividades econômicas.  

“Veja nós estamos com essa dificuldade imensa, os serviços todos lotados aqui em Franca, os públicos e particulares nas cidades da região no estado de São Paulo nos outros estados e tem gente que não toma vacina. Então queria pedir para vocês encarecidamente, vai lá e toma essa vacina… É a única chance que nós temos para que lá na frente alguém diga vai ter que restringir bar, restaurante, academia, escola. Nós já passamos por isso lá atrás, nós estamos voltando novamente no filme que nós tivemos em janeiro do ano passado”, alertou Alexandre. 

Por fim, também foi destacado na coletiva as mudanças nos atendimentos da UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim Brasilândia, Jardim Luiza e Santa Clara, que a partir de segunda-feira (17), passam a atender exclusivamente casos de síndrome gripal e Covid, além das orientações para que as pessoas sigam as medidas sanitárias de prevenção à contaminação do novo coronavirus, como uso de álcool em gel, máscaras e principalmente, evitar aglomerações.

Reportagem: Thiago Garcia

Compartilhar:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.