Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

Franca registra abertura de cerca de 1 mil empresas e 5 mil empregos gerados em 2021

Compartilhar:

O Boletim Econômico da Secretaria de Desenvolvimento referente ao mês de julho, apontou que neste primeiro semestre de 2.021, a economia da cidade está se fortalecendo a cada dia, com a abertura de empresas e a geração de empregos.

Segundo o relatório, que apresenta dados da Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo) – unidade de Franca, foram abertas neste ano, cerca de 1.000 novas empresas, chegando ao número total de 58.167 CNPJ’s ativos na cidade, incluindo MEIs (Micro e Pequenos Empreendedores Individuais) abertos pelo Portal do Empreendedor, que foram mais 300 novas empresas em média por mês, que atualmente representam em torno de 50% de todas empresas ativas no município.

Já o número de postos de trabalho, gerados neste ano, foi de cerca de 5.000 trabalhadores, segundo dados do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

De acordo com o boletim, a tendência para os próximos meses é de ampliação desse saldo, com a retomada econômica mais efetiva no comércio local.

O prefeito Alexandre Ferreira avaliou o boletim econômico e comemorou os resultados obtidos com as ações que foram implantadas, visando estimular e fortalecer a economia da cidade. Dentre os projetos desenvolvidos, Ferreira destacou a abertura de linhas de crédito pelo Banco do Povo, a retomada dos cursos do Programa “Caminho para o Emprego”, a implantação do Programa Emprega Franca, com vagas de trabalho e preparação dos candidatos e o Venda Legal, para auxiliar os vendedores informais. “Temos um longo caminho pela frente, mas a primeira batalha da pandemia, que eram os efeitos provocados pela Covid na saúde, nós estamos vencendo. Assim, como estamos também começando a virar o jogo na economia”, disse o prefeito.

A artesã Fátima Mantovani, 63 anos, moradora do bairro Nova Franca, procurou a Sala do Empreendedor, no último mês, para formalizar a sua empresa, como MEI. Há 10 anos, ela confecciona móveis e objetos de decoração, como puffs de isopor e de madeira, e já atende a grandes empresas.

Segundo ela, a formalização do seu negócio trará inúmeros benefícios, principalmente nas questões previdenciárias, como  a aposentadoria por idade ou por invalidez, auxílio-doença e pensão por morte (para a família). Para ter acesso a esses direitos, a contribuição do MEI é de apenas 5% do salário mínimo, o que equivale a R$ 61,00. Outras vantagens do MEI são a facilidade de abertura de empresas, baixos custos, acessos a créditos bancários, declaração de renda simplificada e a participação em cursos gratuitos de capacitação e geração de renda.

A Sala do Empreendedor da Secretaria de Desenvolvimento conta com atendimento especial voltado às orientações para a formalização de microempreendedores individuais, suporte para a obtenção de inscrição municipal e a emissão de notas fiscais de serviços eletrônica.

O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h, no térreo do prédio da Prefeitura.

O Boletim Econômico divulgado, mensalmente, pela Secretaria de Desenvolvimento, está disponível no site da Prefeitura, pelo link, .

Compartilhar:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.