Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

Franca retoma cirurgias eletivas e precisa tirar mais 13 mil da fila de espera

Compartilhar:
Prefeito Alexandre Ferreira durante anúncios na área da Saúde

Conforme noticiado ontem, pelo Portal Hertz Notícias, o prefeito de Franca anunciou, nesta quinta-feira (4), o retorno das cirurgias eletivas e lançou o Programa Mais Consultas.

As novidades foram apresentadas por Alexandre Ferreira (MDB) em seu gabinete e contou com as presenças de membros da diretoria da Santa Casa, inclusive do presidente do hospital, Tony Graciano, parte dos vereadores da ala do prefeito e imprensa.

Alexandre iniciou falando da retomada das cirurgias eletivas que estavam suspensas por conta da Lei 13.992 criada durante a pandemia de Covid-19 e falou que o objetivo da parceria entre Santa Casa, Governo do Estado de São Paulo e Prefeitura é acabar com a fila de espera que hoje conta com 13.200 pessoas que aguardam pelos procedimentos, conforme informações da Secretaria de Saúde do município.

Para atender tal demanda, serão investidos mais de R$ 23 milhões, sendo apenas R$ 2 milhões por parte do Executivo e o restante do governo paulista. O contrato prevê até 200 cirurgias/mês através da Santa Casa, para Franca e região, visando alcançar cerca de 21 mil cirurgias de alta e baixa complexidade e que serão reguladas pela Secretaria de Saúde e Departamento Regional de Saúde (DRS-VIII).

“A retomada do trabalho feito pela Santa Casa vai dar um fôlego maior, vai melhorar e caso a demanda continuar, a gente vai migrar para os hospitais particulares e também fazer as cirurgias em parceria com o Estado. Então, o município prepara as listas, organiza, faz os exames pré-operatórios e o Estado realiza as cirurgias, aonde ele mandar, Santas Casas ou hospitais particulares”, explicou o prefeito.

Além das cirurgias de catarata, entram na lista diversos procedimentos que vão desde a ortopedia até, por exemplo, cirurgias de adenoide e amígdalas.

Vale destacar que o AME (Ambulatório Médico de Especialidades) retomou os atendimentos em setembro deste ano.

Mais Consultas

Ainda durante a coletiva, foi detalhado como vai funcionar o Programa Mais Consultas, que visa suprir a falta de médicos ginecologistas na cidade. Recentemente, a Prefeitura abriu concurso para a contratação desses especialistas, mas apenas quatro foram aprovados.

Atualmente a cidade precisa de aproximadamente 40 ginecologistas para atender cerca de 86 mil mulheres que utilizam a rede pública de saúde, conforme destacou o prefeito.

Por isso, deve ser aberto amanhã e publicada no Diário Oficial do Município, o edital para a abertura do processo de licitação para a compra de consultas que poderá ser feitas até mesmo em um consultório particular, dependendo do nome vencedor da licitação.

“As empresas entram, fazem suas propostas e a gente contrata e marca a consulta para o paciente no local que a empresa atender, seja ela filantrópica, particular ou uma fundação, quem se habilitar na licitação. Ele faz a consulta e depois os exames a gente realiza, como são os exames de pré-operatórios que já realizamos”, disse Alexandre.

Segundo ele, a ideia é contratar apenas para esse ano, 4,5 mil consultas que custarão em média, R$ 50 cada, totalizando aproximadamente R$ 225 mil.

Reportagem: Thiago Garcia, Da redação Hertz Notícias 

 

 

Compartilhar:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.