Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

Idosa completa mais de 60h esperando por leito no Hospital do Coração

Compartilhar:

Uma idosa e a família dela estão vivendo momentos de angústia a espera de um leito no Hospital do Coração, em Franca. Aos 61 anos, Andradina dos Santos Souza, está há mais de 60 horas aguardando uma transferência do pronto-socorro “Doutor Álvaro Azzuz”, onde deu entrada, após sentir falta de ar e foi levada pelos familiares com suspeita de Covid-19, mas o resultado foi negativo para a doença.

A partir daí, a idosa foi submetida a uma série de exames e foi constatado um princípio de infarto. Segundo a filha Bruna Santos Souza, a mãe está no pronto-socorro, desde às 6 horas da última terça-feira (8) e está com a pressão arterial oscilando e o coração bastante acelerado. Tudo que a família espera é que a idosa possa receber um tratamento adequado, já que os recursos no pronto-socorro, são limitados. “Lá eles tem o eletrocardiograma, mas nada além disso… A minha mãe já não tem muita saúde, por causa da diabetes, pressão alta,  a gente vê ela numa situação muito triste, porque ela sempre muito ativa dentro de casa e a gente precisa realmente da vaga para ela ser cuidada e não estamos tendo assistência nenhuma”, desabafou a filha.

Bruna chegou a usar as redes sociais para denunciar a situação vivida pela família (Reprodução)

Ainda de acordo com Bruna, os enfermeiros que estão assistindo a senhora Andradina, disseram que a transferência para o Hospital do Coração depende de uma regulação da CROSS (Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde) que pode ser feita pelo sistema municipal ou estadual, a depender da solicitação feita pela Santa Casa, o que tem deixado a filha ainda mais angustiada. “A gente pergunta e eles falam que não depende deles, depende de quem então? A gente só queria uma posição, porque vai para quatro dias e isso não é normal… A gente fica desesperada aqui do lado de fora”, completou Bruna.

A reportagem entrou em contato com a Santa Casa de Franca, responsável pelo Hospital do Coração e através da assessoria foi informada que a regulação da vaga da paciente foi feita ontem (10), por volta da 1h54 e que “está sendo seguida a ordem de prioridade dos casos; e ela é a quarta a ser aceita entre os casos que são mais graves”.

O jornalismo do Sistema Hertz segue acompanhando o caso.

Reportagem: Thiago Garcia, da redação Hertz Notícias

Compartilhar:

1 COMMENTS

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.