Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

Morador de Franca que se afogou em cachoeira continua desaparecido

Compartilhar:

Olair José de Lima, de 44 anos, que se afogou na quinta-feira, 9, em Nuporanga continua desaparecido. Na manhã deste sábado, 11, o bombeiros de Orlândia retomaram as buscas com objetivo de encontrar o corpo.

Lima a esposa e outro casal saíram de Franca na quinta-feira, 9, para se refrescar na cachoeira dos Dourados, mas o passeio entre amigos terminou em tragédia.

Socorristas de São José da Bela Vista foram acionados no local/Foto: Cássio Freires

Segundo o sargento Leandro Henrique do Corpo de Bombeiros, as quatro pessoas estavam em um banco de areia que acabou cedendo provocando os afogamentos. “Um homem perdeu a esposa e uma mulher o marido. O local é muito perigoso e tem aproximadamente 4 metros de profundidade”, disse o bombeiro em entrevista a reportagem da Rádio Hertz no local da tragédia.

Viatura do Corpo de Bombeiros de Orlândia/Foto: Cássio Freires

O corpo de Cláudia Aparecida Brito de Jesus, de 43 anos, foi localizado na quinta-feira. Olair  foi levado pela forte correnteza. Próximo a cachoeira existe uma usina hidrelétrica.

Olair José/Foto: redes sociais

Bombeiros de Franca e Orlândia, e socorristas de São José da Bela Vista foram mobilizados na ocorrência. Após o trabalho da perícia, o corpo de Cláudia foi levado para o IML (Instituto Médico Legal). Ela foi velada e sepultada na sexta-feira, 10, em Patrocínio (MG).

Cláudia Aparecida/Foto: redes sociais

Não é a primeira vez que pessoas morreram afogadas na cachoeira dos Dourados. O local é de difícil acesso e fica a aproximadamente 8 quilômetros da rodovia vicinal Jorge Luiz que liga São José da Bela Vista a Nuporanga.

ÁUDIO

O sargento Leandro Henrique do Corpo de Bombeiros deu mais detalhes sobre o caso em entrevista ao repórter Cássio Freires, ouça.

Acompanhe mais informações durante a programação da Rádio Hertz 970 AM.

Compartilhar:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.