Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

Mulher com pólipo na vesícula sofre com dores enquanto espera por cirurgia em Franca

Compartilhar:

Em Franca, a moradora Lidiane Carvalho Soares, de 33 anos, não sabe mais o que fazer com as dores que vem sentido por conta de um problema de saúde. Recentemente ela foi diagnosticada com pólipo (pequenos nódulos que crescem na parede da vesícula biliar) e o quadro só vem agravando nos últimos anos, enquanto ela espera por uma cirurgia para remover a vesícula biliar (colecistectomia videolaparoscópica).

“Comecei com umas dores na barriga, falaram que estava com apendicite, pedras na vesícula e eu nesse sofrimento, vai e volta… Aí um irmão meu lá de Minas Gerais mandou um dinheiro para mim e eu paguei um ultrassom que deu que estava com um tumor na vesícula e com custo consegui que eles um encaminhamento para um médico de urgência para mim”, disse Lidiane que conseguiu na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no bairro Leporace, o agendamento com um clínico geral.

Lidiane chegou a pagar, com a ajuda do irmão, um ultrassom que constatou o problema na vesícula

Com fortes dores, ela contou ao jornalismo Hertz Notícias que às vezes não consegue beber nem mesmo água, além de sentir ânsias de vômito. Com o problema e a qualidade de vida afetada, a faxineira precisou abandonar o emprego, pois não tem condições para seguir trabalhando.

“É dor 24 horas. Não estou podendo nem beber água, eu vomito… Está desse jeito a minha situação”, completou a faxineira.

A paciente chegou a ser atendida também no NGA em Franca

Moradora no Jardim Portinari, ela já passou por vários atendimentos até realizar exames que constataram o problema na vesícula e disse já ter até o encaminhamento do médico da Secretaria de Saúde do município para fazer a cirurgia, já que o pólipo tem apresentado um crescimento muito rápido colocando cada vez mais a vida de Lidiane em risco.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura para saber da Secretaria de Saúde os motivos da tamanha demora para a cirurgia, mas até o momento, não obteve resposta.

Reportagem: Thiago Garcia

Compartilhar:

1 COMMENTS

  1. Estou na mesma situação há Quase 3 anos na fila de espera para fazer uma cirurgia liguei na secretaria me disseram que foi jogada lá pra trás por conta da pandemia não sei mais o que fazer sofrendo toda semana e indo pra UPA tomar medicação frequente… Preciso de ajuda pois já não aguento mais.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.