Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

‘Novela’ da iluminação de Natal deve ganhar novos capítulos nos próximos dias em Franca

Compartilhar:

A polêmica iluminação de Natal promovida pela ACIF (Associação do Comércio e Indústria de Franca) com auxílio de R$ 960 mil da Prefeitura, através de Termo de Fomento, deve ganha novos capítulos nos próximos dias. De acordo como vereador Zezinho Cabeleireiro (PP), membro da CEAR (Comissão Especial para Assuntos Relevantes), juntamente com o vereador Kaká (PSDB), que preside a comissão e o vereador e relator Marcelo Tidy (DEM) devem cobrar nas próximas semanas os documentos e com as prestações de contas sobre os gastos com a decoração natalina.

“Nós faremos um documento, solicitando para que a ACIF mande as prestações das contas, que faça as declarações dos gastos da iluminação. Nós já estamos trabalhando, então nós vamos fazer uma apuração, tudo dentro dos parâmetros com tudo que foi destinado à ACIF”, disse o vereador Zezinho Cabeleireiro.

Vale destacar que os trabalhos na Câmara Municipal estão suspensos devido ao recesso parlamentar e só retornam no dia 3 de fevereiro.

No dia 3 de dezembro do ano passado, a Prefeitura de Franca emitiu nota informando que determinou, através do prefeito Alexandre Ferreira, a abertura de procedimento para verificar a conformidade entre a aplicação dos itens e valores descritos no Plano de Trabalho apresentado para a decoração e a execução dos serviços pela ACIF. O mesmo está sendo conduzido pelo compliance, setor criado este ano pelo Executivo para analisar os contratos e convênios com instituições, cujo o relatório teve prazo inicial para conclusão de 30 dias.

Porém, passado mais de um mês do comunicado, a reportagem voltou a procurar a assessoria da Prefeitura para atualizar a situação e foi informada que “a Prefeitura fez um levantamento preliminar, porém no contrato, a ACIF tem até dia 31 de janeiro para apresentar a documentação oficial”.

O chamado “Natal da Esperança” teve gasto aproximadamente de R$ 1,2 milhão, sendo até R$ 960 mil da Prefeitura e o restante da ACIF.

Compartilhar:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.