Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

Ônibus de Franca terá reconhecimento por biometria facial

Compartilhar:

A Concessionária São José iniciou a troca dos validadores em toda a frota; novidade vai melhorar o atendimento aos Clientes e inibir as fraudes no uso de cartões

Um sistema que permite o reconhecimento por biometria facial é a novidade do transporte urbano de Franca. A tecnologia, que começa a ser instalada agora, tem como objetivo evitar o uso indevido do cartão pelos usuários que não usufruem de algum tipo de benefício tarifário no transporte urbano do município.

São considerados beneficiários de gratuidade os titulares dos cartões do tipo Escolar, Idoso, Gratuidade, Subsidiado e Servidor Público.
O sistema consiste na instalação de uma câmera, que registra o rosto da pessoa ao passar pela catraca com o cartão.

Para que ele funcione, a operadora São José iniciou a troca dos validadores embarcados em toda a frota que atende a cidade.
Os novos equipamentos, dotados de uma moderna tecnologia, podem realizar transações em tempo real e integrar com os equipamentos de Biometria Digital e Facial.

O Leitor Biométrico Facial consegue avaliar com grande assertividade as características faciais de uma pessoa, por meio de parâmetros digitais, mesmo com o uso de máscara.
Uma central de monitoramento identifica se o cartão pertence ou não à pessoa que o está usando, a partir da comparação das imagens capturadas dentro do ônibus, durante a passagem pela catraca, com as imagens de cadastro do usuário.
Com isso, é possível um maior controle nas utilizações dos usuários que possuem gratuidade total ou parcial no transporte da cidade, de forma a evitar as fraudes.

 

Afinal, a utilização de benefícios por quem não tem o direito acaba por onerar o sistema, o que traz prejuízo para todos. O uso dos cartões com gratuidade é de uso pessoal e intransferível, conforme legislação vigente.
A expectativa é a de que, a partir da primeira quinzena deste mês, todos os ônibus da frota estejam com o novo sistema instalado e em funcionamento.

Quando um eventual uso indevido na utilização do benefício for detectado, o cartão será bloqueado preventivamente e o titular do cartão terá que comparecer ao Terminal Central Ayrton Senna, no departamento do órgão gestor do sistema de transporte coletivo urbano da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Franca (Emdef), onde receberá as instruções necessárias.
As penalidades podem variar de uma advertência por escrito até a suspensão do benefício, conforme a normativa que rege a matéria.

Compartilhar:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.