Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

Prefeito anuncia centro de lazer para moradores de rua que passam de 500 em Franca

Compartilhar:

O prefeito Alexandre Ferreira (MDB) apresentou na manhã desta quarta-feira (1º), durante coletiva, os detalhes do “Programa Dignidade”, que visa levar de forma integrada atendimentos e acolhimento aos moradores de rua,  em Franca (SP). A situação tem causado reclamações dos francanos.

Segundo o prefeito, nos últimos quatros anos, o número de pessoas nessa situação, dobrou na cidade e “culpou” a última administração do ex-prefeito Gilson de Souza. “Apesar de nós termos entregue lá atrás com 255 e achávamos que íamos encontrar menos, a gente achou 514 pessoas em situação de rua na nossa cidade… Isso porque desmontaram os serviços que existiam, desorganizaram a estrutura de atendimento dessas pessoas e não tiveram vontade de fazer mudanças que pudessem atender essas pessoas que estavam expostas lá”, disse o prefeito.

Ainda falando da última gestão, Alexandre explicou a situação do antigo Centro Pop e a negociação de indenização que teve que fazer ao proprietário do antigo imóvel, que custou mais de R$ 300 mil aos cofres públicos. “A casa onde funcionava o Centro Pop foi abandonada. Nós tivemos que fazer um acordo de indenização do proprietário da casa que custou R$ 311 mil que podiam ter sido utilizados para cuidar das pessoas. Entregaram uma casa completamente destruída’, explicou Alexandre.

Durante a coletiva, também foi anunciada para o início na próxima semana, a construção de um centro de lazer para os moradores, na região da Vila Gosuen. As obras serão feitas como contrapartida para que essas pessoas aceitem os serviços oferecidos pela Prefeitura.

“Conversando com as lideranças daquela região e com os moradores de rua, eles veem conosco para serem cuidados e em resposta a essa boa vontade deles, nós criamos um centro especial de lazer que começa a ser construído, a partir de quinta-feira da semana que vem, lá no canteiro central, onde as pessoas ficavam acampadas nas barracas”, anunciou o prefeito.

Ainda durante sua fala, que foi acompanhada pela primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Cynthia Milhim Ferreira e da Secretária de Ação Social, Gislaine Liporone, além da imprensa, Alexandre disse que já está sendo feito um estudo e projeto para resolver a situação no prédio da antiga Mogiana, na Estação, onde também estão sendo ouvidos moradores e comerciantes.

Ouça abaixo a reportagem:

Ações educativas

Dentro das ações do Programa Dignidade, a Prefeitura vai começar a distribuir adesivos para carros à população com orientações para que indique aos moradores de rua, os serviços que são oferecidos no município. Além disso, placas e outras formas de divulgação serão instaladas na cidade.

Placas educativas orientando moradores a não dar dinheiro aos moradores de rua serão instaladas em postes da cidade (Foto: Reprodução)

Franca conta hoje com vários serviços de atendimento e acolhimento aos moradores de rua, sendo o Abrigo Provisório, Av. Dom Pedro, 5549, Vila Gosuen, a Casa de Passagem, na Av. William Azzuz, 5460, Vila Gosuen, o Centro Pop/Pernoite, na Rua Coronel Tamarindo, 2852, Vila Formosa, além do consultório na rua.

Em recente entrevista ao portal Hertz Notícias, a secretária de Ação Social, falou em um trabalho a longo prazo para resolver a situação dos moradores de rua.

Reportagem: Thiago Garcia

Fotos: Leandro América

Compartilhar:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.