Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

Serviço de varrição recebe GPS para rastreamento 

Compartilhar:
Sistema de GPS já estão instalados em 20 carrinhos de varrição em Franca (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Franca inicia, a partir desta semana, uma das etapas da modernização do sistema de limpeza urbana, implantando o projeto piloto do Sistema de Rastreamento, em carrinhos utilizados para o serviço de varrição de ruas e logradouros públicos.  

A Secretaria de Meio Ambiente está monitorando a implantação, junto com a empresa permissionária dos serviços de limpeza, começando pela região central da cidade, com a colocação do equipamento em 20 carrinhos. 

Essa medida é resultado de um anúncio feito pelo prefeito Alexandre Ferreira, no começo de setembro, quando atendendo orientação do Ministério Público, tomou a decisão de renovar o contrato atual com a empresa que faz a limpeza pública, em condições até mais interessantes ao município, em relação ao contrato anterior. Umas das condições é que investisse na modernização dos serviços, permitindo maior eficiência, transparência e controle dos locais atendidos.  

Atualmente, cerca de 18,1 quilômetros de vias públicas recebem os serviços de varrição, por mês, com média diária de 680 a 720 metros  de extensão, na área urbana, trabalho este feito de forma contínua de segunda-feira a sábado. O maior volume ocorre aos sábados e domingos, em que o serviço é mantido, excepcionalmente, na região central. 

Etapas  

Ao começar essa inovação, estão sendo observadas duas etapas. A primeira, que compreende a fase de implantação, envolve o monitoramento e ajustes pontuais, com base nos levantamentos das necessidades de cada setor e segunda, com as demandas definidas, a esquematização das rotas que estarão sendo executadas, com acompanhamento em tempo real das equipes no desempenho de suas funções. 

A Secretaria de Meio Ambiente reitera a preocupação do sistema de rastreamento em garantir um serviço de melhor qualidade ao contribuinte, permitindo a Prefeitura, na condição de gestora do serviços, quando acionada, verificar ‘in loco’ os serviços.  

É essencial que a população continue destinando o lixo domiciliar nos dias e horários corretos da coleta e não atirar papel e outros objetos nas vias públicas. Sem a varrição contínua, além de haver um comprometimento do visual urbanístico, os objetos obstruem os sistemas de galerias, gerando transtornos para a população. 

Compartilhar:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.