Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

Vacinas contra a Covid de lote interditado pela Anvisa são aplicadas em Franca

Compartilhar:

Em Franca, doses pertencentes a um dos lotes da vacina Coronavac que foram interditados no início do mês pela a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), foram aplicadas aos moradores na cidade. Caso do jovem Bruno de Andrade Dinis, de 24 anos, que recebeu o imunizante no dia 9 de agosto, na UBS (Unidade Básica de Saúde) no Jardim Paulista.

Bruno recebeu a primeira dose de vacina pertencente a lote interditado pela Anvisa

Em entrevista ao jornalista Thiago Garcia, ele contou que ficou surpreso e bastante preocupado quando descobriu que havia sido vacinado com uma dose que está sob análise das autoridades sanitárias. A vacina aplicada em Bruno, faz parte do lote H20216042, um dos interditados pela agência.

“Nesse tipo de situação, primeiramente é um choque. Porque essa informação não chega ‘mastigada’ pra gente, então a primeira reação nossa é o espanto, mas depois que vai se aprofundando no assunto, foi tranquilizando, mas acho necessário passar essa informação para todo mundo até que todos saibam o que está acontecendo”, contou.

Bruno, que já tomou a segunda dose, disse ainda que no dia em que foi vacinado, um primo e vários amigos também foram imunizados e tiveram a mesma reação, o espanto. “Nessa situação eu não posso confiar 100%, independente de estatística ou qualquer coisa do tipo. Acredito que qualquer um pode estar pegando, independente de qual vacina tomou. Mas por ter sido um lote interditado quase um mês depois que eu tomei a gente fica bem assim, como posso confiar nisso, como vai ser daqui pra frente, como o governo vai proceder”, completou o jovem que fez esses questionamentos e esperaria uma prioridade para quem acabou tomando as vacinas dos lotes interditados. Ouça abaixo:

Ainda preocupado com a situação e buscando mais informações de pessoas que também possam ter recebido a vacina de algum dos lotes interditados, Bruno criou um formulário pelo Google que pode ser acessado pelo link: https://forms.gle/MuUZNd134Rn6132q9

Em resposta, a Prefeitura de Franca informou que “a distribuição das doses é responsabilidade do Governo do Estado” e que “a Secretaria Municipal de Saúde segue orientações do Governo do Estado e do Ministério da Saúde”.

Ainda na nota, ressaltou que caso algum paciente apresente qualquer reação decorrente da vacina, o mesmo deve procurar a Vigilância Epidemiológica pelo telefone 3711-9484.

O Governo de SP, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, monitora a situação dos imunizantes e não registrou, desde o último sábado (4), nenhuma notificação de evento adverso com os lotes que haviam sido distribuídos e aplicados. Cidadãos que receberam as doses, cuja qualidade foi devidamente validada pelo Governo Federal, devem ser observados por 30 dias, como medida preventiva de segurança.

A Secretaria de Estado da Saúde também orientou os municípios quanto ao monitoramento por 30 dias de todas as pessoas que tomaram as doses, sendo que todo e qualquer evento adverso deve ser registrado no VaciVida.

Confira aqui a lista dos lotes interditados pela Anvisa.

Da redação, Hertz Notícias

Compartilhar:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.