Hertz Noticias

A notícia à Serviço de Franca/SP

Vereadores aprovam estacionamento preferencial para portador de fibromialgia

Compartilhar:

A Câmara de Vereadores de Franca aprovou cinco projetos de lei nesta terça-feira, 17. Um deles foi o que dispõe sobre o atendimento preferencial e sobre a utilização de vagas de estacionamento preferenciais aos portadores de fibromialgia.

A autoria é do presidente da Casa de Leis francana, o vereador Pastor Sérgio Palamoni (PSB). A proposta obriga os estabelecimentos públicos e privados de acesso ao público a inserir a especificação dos portadores de fibromialgia nas placas de atendimento prioritário destinadas às pessoas com deficiência. Além disso, ela autoriza os portadores da síndrome a utilizar as vagas de estacionamento reservadas às pessoas com deficiência, mediante identificação e credenciamento.

Quatro projetos de autoria do prefeito Gilson de Souza (DEM) receberam o sinal verde. Entre eles o que autoriza o Poder Executivo a conceder subvenção e auxílios às organizações da sociedade civil, sem fins econômicos, através de Termos de Fomento, com recursos do Fundo Municipal da Pessoa Idosa de Franca para transferência de recursos às entidades.

Vereadores durante a sessão/Foto: divulgação

Trata-se da destinação de recursos obtidos através de doações do Imposto de Renda por pessoas física e jurídica. As entidades beneficiadas foram escolhidas após apresentarem suas propostas e projetos, analisados por uma comissão de conselheiros e aprovados em reunião ordinária do Conselho Municipal da Pessoa Idosa de Franca. Uma emenda supressiva também foi aprovada.

Outro projeto do Executivo que recebeu a chancela dos parlamentares foi o que autoriza a abertura de crédito adicional no Orçamento Fiscal de 2020, no valor de R$ 86.000,00, e altera o Plano Plurianual e a Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Os parlamentares aprovaram o Projeto de Lei que dispõe sobre os critérios urbanísticos do empreendimento denominado Residencial Ecostilo. A propositura autoriza o prosseguimento do trâmite de aprovação do empreendimento. O processo teve acompanhamento do Ministério Público e foi objeto de acordo firmado entre as partes.

Por fim, a Câmara também analisou um projeto em regime de urgência. Trata-se do Projeto de Lei que autoriza o Poder Executivo a conceder bonificação aos Agentes de Controle de Vetores e Agentes de Saúde Pública. Tanto a votação do requerimento de urgência quanto a propositura em si e uma emenda modificativa passaram pelo crivo do Plenário. O PL recebeu 13 votos favoráveis (houve uma abstenção). Todos os outros itens da pauta de hoje foram aprovados por unanimidade.

O montante será pago em parcela única no mês que vem. Agentes de Controle de Vetores receberão R$ 1.226,41, e Agentes de Saúde Pública, R$ 1.132,07. O abono consta do acordo coletivo realizado pela categoria em março do ano passado.

Compartilhar:

1 COMMENTS

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.